O primeiro atlas do mundo e sua importância para o design de informação

Por TNB.studio | 15/12/2021 | Design
O primeiro atlas do mundo e sua importância para o design de informação

Considerado o primeiro atlas físico compreensível do mundo, o Physikalischer Atlas de Henrich Berghaus, que foi publicado em dois volumes em 1845 e 1848, foi o primeiro a comunicar dados científicos e geográficos por meio da linguagem gráfica da cartografia.

Imediatamente influente, o trabalho de Berghaus iria servir de base para os atlas por toda a Europa, tornando-se a maior fonte para designers e cientistas que estavam interessados na comunicação visual de informações físicas complexas.

O Physikalischer Atlas tem origem nos avanços em ciências naturais que começaram a surgir em meados do século XVIII. A nova ênfase na coleção de grandes quantidades de dados tornou necessário encontrar uma forma de transmitir essas informações.

Ao mesmo tempo, a divisão dos fenômenos naturais em categorias científicas, como clima, geologia, botânica, zoologia e etnografia, criou uma oportunidade para reconfigurar o atlas como um mapa de novas áreas de pesquisa científica.

O trabalho de Berghaus é dividido em seções dedicadas às novas disciplinas, com mapas, gráficos e desenhos usados para traçar fatos específicos, medidas e detalhes.

The Phaidon Archive of Graphic Design B01


Através de códigos visuais singulares, Berghaus foi capaz de dar uma forma gráfica legível a informações complexas, usando sobreposições de linhas, campos de cores, textos e imagens para criar relações entre conjuntos de dados.

A importância do atlas originou-se nesta sobreposição gráfica de conjuntos de informações antes discretas; a justaposição abriu novas oportunidades para o formato do atlas, que continua a ser um padrão que os designers de informação se esforçam para alcançar.

Desenhos impressos eram então primorosamente acabados em cores à mão e os dois volumes, encadernados em placas de tecido verde, com o título do trabalho e seu autor impressos em dourado na capa e lombada.

Quando era jovem, Berghaus trabalhou na Prussian Trigonometrical Survey em 1816 e, mais tarde em sua carreira, ele ajudou com a reedição do Handatlas, de Adolf Stieler, o principal atlas mundial da geografia do final do século XIX e começo do século XX.

O Physikalischer Atlas – uma referência essencial para o trabalho de cientistas, cartógrafos e praticantes do design de informação contemporâneos – permanece como sua maior conquista.

Matérias Relacionadas

A simplicidade do trabalho de Lucian Bernhard

17/08/2021

A simplicidade do trabalho de Lucian Bernhard

A inovação da revista Dot Dot Dot no design gráfico

28/07/2021

A inovação da revista Dot Dot Dot no design gráfico

Het boek van: o livro do Serviço Postal holandês

13/07/2021

Het boek van: o livro do Serviço Postal holandês

Sobre a TNB.studio

Somos uma agência de performance digital que alia planejamento, design, conteúdo e tecnologia.

Nosso foco são projetos (anuais +), com profundidade e atendimento integral das necessidades de marketing das empresas. Por conta disso, atendemos um número limitado de projetos.

  • • Consultoria e Mapeamento de Processos;

  • • Imersão;

  • • Projetos Customizados.

Assine nossa newsletter

Acompanhe as novidades sobre performance digital, desenvolvimento e design.

Tudo certo!
Por favor, informe o seu Nome.
Tudo certo!
Por favor, informe um endereço de e-mail válido.

Ao assinar nossa newsletter, você concorda a Política de Privacidade da TNB.studio

Tudo certo!
É necessário concordar com o termo.

♥ Nós cuidamos dos seus dados. Conheça nossa Política de Privacidade